Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

SEIS TRABALHADORES SEQUESTRADOS NO IRAQUE

Um grupo denominado de “As Bandeiras Negras” afirmou, esta quarta-feira, ter raptado no Iraque seis trabalhadores estrangeiros, de acordo com um vídeo emitido pela estação de televisão árabe "al- Arabiya". O grupo armado ameaça matar um refém a cada 72 horas, caso o Koweit não feche todas as empresas de transportes sediadas no Iraque.
21 de Julho de 2004 às 18:14
“Anunciamos ter sequestrado três indianos, dois quenianos e um egípcio e advertimos que a empresa para a qual trabalham deve encerrar todas as instalações e retirar-se do Iraque”, disse um dos membros armados do grupo. No entanto, não foram adiantados quaisquer pormenores sobre as circunstâncias do rapto.
O aviso estendeu-se também a todos os países, companhias e homens de negócios que colaboram com a coligação de Bush. O novo sequestro é dado a conhecer 24 horas depois da libertação do camionista filipino Angelo de La Cruz. Recorde-se que o Governo de Manila cumpriu as exigências dos raptores e retirou o seu contingente militar do Iraque.
Desde Abril, pelo menos 60 cidadãos estrangeiros foram capturados neste país.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)