Sub-categorias

Notícia

Seita obrigava crianças de 10 anos a fazer sexo com vários homens e mulheres

Vítima denuncia "Filhos de Deus" e faz revelações chocantes de prostituição, violência e exorcismo.
13.05.18
Seita obrigava crianças de 10 anos a fazer sexo com vários homens e mulheres
Criança Foto Getty Images
"Filhos de Deus" foi um culto criado em 1968 liderado por David Brandt Berg. A seita afirmava-se como um movimento religioso cuja mensagem era a "salvação e a revolução contra o mundo exterior". 

O grupo gerou muita controvérsia entre os anos 70 e 80 pois tinha como método de evangelismo o "flirty fishing" que era nada mais nada menos do que uma forma de "mostrar o amor de Deus. Foi muitas vezes comparado à prostituição religiosa. Cerca de 40 anos depois do culto ter sido criado, Christina Babin, uma das crianças que passou anos presa nesta seita vem divulgar pormenores chocantes do que se passava lá dentro. 

Era ainda um bebé quando a sua mãe a levou a si e ao irmão de dois anos o culto. Christina alega que a mãe, bem como outros adultos, sofriam "lavagens cerebrais" e que, apesar do que sofreu, não culpa a progenitora. 

Dentro das paredes de "Filhos de Deus" era normal crianças dormirem nas camas de casais, mesmo que não fossem seus progenitores, e serem realizadas práticas sexuais com crianças a partir dos 10 anos. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!