Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Sem-terra chegam a Brasília

Cerca de 12 mil manifestantes do Movimento dos Sem Terra, movimento de trabalhadores rurais, chegaram à capital do Brasil, onde esta segunda-feira se concentram em protestos pelo atraso na reforma agrária promovida pelo governo do presidente 'Lula' da Silva.
16 de Maio de 2005 às 10:03
Os se-terra brasileiros completaram ontem uma marcha de 200 quilómetros, iniciada a 2 de Maio em Goiana, e montaram acampamento à entrada sul de Brasília. Hoje manifestam-se frente a alguns ministérios e querem ainda ser recebidos pelo presidente 'Lula'.
O senador Eduardo Suplicy, do Partido dos Trabalhadores (no governo), criticou a política económica da administração do presidente 'Lula', aconselhando-o a renegociar a dívida externa por forma a disponbilizar fundos para a prometida reforma agrária.
Segundo o Movimento dos Sem Terra, cerca de 4 milhões de trabalhadores rurais brasileiros não têm terra. O presidente 'Lula' prometeu uma reforma agrária, garantindo que 430 mil famílias vão receber parcelas de terreno até ao final do seu mandato, em 2006. O MST indica que, até ao momento, apenas 60 mil famílias receberam terrenos, pelo que protesta pelo atraso da prometida reforma agrária.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)