Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Sequestro de dez horas

Um homem armado manteve ontem reféns durante mais de dez horas vários passageiros num autocarro que circulava numa auto-estrada entre São Paulo e o Rio de Janeiro, junto à cidade de Nova Iguaçu, para obrigar a ex-mulher a voltar para ele. A Polícia manteve apertado cerco em redor do veículo e acabou por invadi-lo, libertando todos os passageiros.
11 de Novembro de 2006 às 00:00
O sequestrador, André Luís Ribeiro, chegou a ter mais de 40 reféns, mas foi libertando alguns ao longo do dia.
Ao fim de dez horas de cerco, a Polícia invadiu o veículo, prendeu o sequestrador e libertou os últimos passageiros e a ex-mulher do autor do incidente. Este tinha entrado com a mulher no autocarro às oito da manhã e, apontando-lhe um revólver à cabeça, tomou conta do veículo ao mesmo tempo que exigia à ex-mulher – que o abandonou há três meses e o terá traído – que voltasse a morar com ele, o que ela rejeitou.
Viciado em drogas, o homem já tem contra ele várias queixas por agressão. Há dois meses, levou a mulher à força para um motel de Nova Iguaçu e trancou-se durante três dias num dos quartos.
Ver comentários