Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Sequestro para ver amante

Um empresário espanhol foi detido por ter simulado um sequestro para passar o Natal com a amante. De acordo com a Polícia da Catalunha, a investigação teve início no dia 24, quando a sua mulher se apresentou na esquadra de Sant Boi de Llobregat (Barcelona) e denunciou que o marido, Juan V. V., de 39 anos, havia sido sequestrado na véspera.
31 de Dezembro de 2005 às 00:00
A mulher do empresário contou à polícia que recebeu uma chamada telefónica de um desconhecido, com pronúncia árabe, a comunicar-lhe que tinha o homem consigo e que, no dia 26, falariam de dinheiro. Após ter apresentado a queixa, recebeu um telefonema do marido a confirmar o sequestro e a pedir que não avisasse a polícia.
Durante todo o dia da véspera de Natal, a mulher recebeu mais chamadas, do telemóvel do marido e de números ocultos, tendo--lhe sido comunicado que a verba a pagar era de seis mil euros. No local combinado para a entrega do dinheiro, não apareceu ninguém.
No dia 27, o homem apareceu em casa e contou depois à polícia todos os pormenores do ‘sequestro’. Contudo, acabou por confessar que tinha inventado tudo para passar o Natal com a amante.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)