Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Sharon confirma construção nos colonatos

Ariel Sharon, primeiro-ministro israelita, afirmou que a construção nos colonatos da Cisjordânia vai continuar mas "sem se falar no assunto" e apesar da oposição dos palestinianos e da comunidade internacional, noticiou esta terça-feira o jornal 'Yedioth Aharonoth'.
6 de Setembro de 2005 às 14:17
Durante uma reunião secreta com dirigentes do seu partido, Likud, o chefe do governo israelita foi duramente questionado sobre a retirada dos colonatos da Faixa de Gaza, de acordo com o diário israelita. "Não há necessidade de falar, devemos construir e vamos fazê-lo sem falar", referiu Sharon, quando questionado sobre se depois da retirada de Gaza se segue a da Cisjordânia, acrescentando que o processo não será igual.
Sharon fez estas declarações depois de o vice-ministro da Defesa, Zeev Boim, ter afirmado segunda-feira que o governo autorizou a construção de 3 mil vivendas no colonato de Ariel, com uma população de 35 mil habitantes, apesar da oposição dos Estados Unidos, principal aliado de Israel. "Corrigindo" os números avançados pelo ministro da Defesa, um porta-voz do governo assinalou que apenas foi autorizada a construção de 117 vivendas.
Segundo responsáveis do colonato de Ariel, as 3 mil casas serão construídas nos próximos dez anos.
EXPLOSÃO ACIDENTAL
A Autoridade Palestiniana confirmou que a explosão registada ontem na casa de um activista do Hamas e que resultou na morte de quatro pessoas se ficou a dever a um mau manuseamento de explosivos por parte do terrorista.
Os responsáveis do Hamas tinham avançado que a explosão ocorreu após um ataque aéreo israelita. O Exército de Israel desmentiu de imediato essa notícia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)