Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Sheik saudita diz que conduzir danifica ovários

A Arábia Saudita é o único país do mundo que proíbe as mulheres de conduzir.
29 de Setembro de 2013 às 15:01
As mulheres que são apanhadas a conduzir na Arábia Saudita são detidas pelas autoridades
As mulheres que são apanhadas a conduzir na Arábia Saudita são detidas pelas autoridades FOTO: Reuters

Um sheik saudita, Saleh al Lohaidan, conselheiro jurídico do Ministério da Justiça da Arábia Saudita, defendeu que conduzir veículos automóveis pode danificar os ovários das mulheres.

De acordo com a edição deste domingo do jornal ‘Al Sabq’, o religioso afirmou que a medicina estudou o assunto confirmando que quando as mulheres guiam ocorre uma elevação das ancas, que pode afetar os ovários.

Segundo Saleh al Lohaidan, as condutoras podem gerar crianças com algum tipo de deficiência. Por isso, o sheik pediu às mulheres para serem "mais razoáveis" e usarem "mais a mente do que o coração".

ÚNICO PAÍS DO MUNDO QUE PROÍBE AS MULHERES DE CONDUZIR

A Arábia Saudita, que adota uma interpretação muito rígida do Islamismo, é o único país do mundo que proíbe as mulheres de conduzir. A proibição entrou em vigor em 1990.

Um grupo de ativistas lançou recentemente uma campanha para contestar esta proibição e pediu às mulheres sauditas para desafiarem a lei e saírem à rua com os seus próprios carros no próximo dia 26 de outubro.

Em setembro de 2007, um grupo de mulheres sauditas criou a primeira associação para reivindicar o direito a conduzir.

As mulheres que são apanhadas a conduzir na Arábia Saudita são detidas pelas autoridades, que também multam os homens que permitem a infração.

sheik ovários mulheres condução carros islamismo arábia saudita
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)