Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

SHEVARDNADZE PRESSIONADO A ABANDONAR CARGO

Milhares de georgianos, em resposta aos apelos do principal líder da oposição, marcharam esta sexta-feira rumo ao Ministério do Interior encurralando no seu interior o presidente da Geórgia, Eduard Shevardnadze, na tentativa de pressionar o actual chefe de estado a abandonar o cargo.
14 de Novembro de 2003 às 16:24
Cerca de 20 mil pessoas insurgiram-se contra o actual presidente, chamando-o de “traidor”. Depois do Parlamento, a multidão deslocou-se para o Ministério do Interior onde uma forte presença militar mantinha a segurança do edifício.
“Este homem roubou-nos tudo”, afirmou o líder do principal partido da oposição, Mikhail Saakashvili.
A crise política começou quando a oposição não aceitou os resultados das eleições legislativas que deram a vitória ao actual governo. Uma última tentativa de diálogo entre ambas as partes terminou abruptamente, no passado domingo, quando Saakashvili abandonou as conversações.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)