Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Síria: Mais 16 mortes à fome em Madaya

Alerta dos Médicos Sem Fronteiras.
30 de Janeiro de 2016 às 09:36
Localizada na província de Damasco, Madaya está cercada pelas tropas governamentais
Localizada na província de Damasco, Madaya está cercada pelas tropas governamentais FOTO: Reuters

Dezasseis pessoas morreram à fome em Madaya, cidade no oeste da Síria e sitiada por forças pró-Damasco, mesmo depois de os comboios humanitários terem entrado na localidade, em meados deste mês, denunciaram este sábado os Médicos Sem Fronteiras (MSF).


A organização não-governamental estima que os casos de má nutrição atingiram 320 pessoas, estando 33 delas em "perigo de morte", lamentando que haja habitantes locais que continuam a morrer à fome.


Com mais estas mortes, o total de pessoas que morreram à fome desde dezembro de 2015 subiu para 46, calculou a MSF.


Localizada na província de Damasco, Madaya está cercada pelas tropas governamentais e o seu destino é um dos temas a abordar nas conversações de paz sobre a Síria que, após sucessivos adiamentos, começaram na sexta-feira em Genebra (Suíça).


Antes de quaisquer discussões, a oposição síria exige a implementação, no terreno, das resoluções do Conselho de Segurança da ONU, que preveem o levantamento dos cercos às cidades em poder dos rebeldes.


Madaya é uma das quatro cidades incluídas num raro acordo assinado em finais de 2015 e que prevê a suspensão dos combates, de forma a permitir a entrada de comboios humanitários com equipas médicas e alimentos às populações sitiadas.

Síria Médicos Sem Fronteiras
Ver comentários