Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Sírios retiram pela calada da noite

Quase todos os soldados sírios que nos últimos dias estavam a concentrar-se no Norte do Líbano atravessaram a fronteira durante a noite, regressando às suas bases na Síria. Segundo fontes locais, a retirada pode ficar concluída até sábado.
11 de Março de 2005 às 14:07
A Síria enviou tropas para o Líbano em 1976, durante a guerra civil libanesa, e desde então mantém um forte contingente militar no país vizinho. O contingente militar sírio no Líbano chegou a atingir os 40 mil efectivos, mas estava agora reduzido a 14 mil.
O mais importante e como sublinhou o presidente norte-americano, George W. Bush, é o 'aparato' de serviços secretos que os sírios instalaram ao longo dos anos no Líbano e que, segundo Washington, tem influenciado profundamente a governação daquele país. Bush exigiu, exlicitamente, a saída dos soldados e dos agentes secretos.
De acordo com testemunhos oculares, o contingente militar sírio abandonou durante a noite de ontem para hoje todas as posições que ocupava no Norte do Líbano, incluindo uma grande base área. Excepção nesta retirada são, por enquanto, dois postos militares e dois gabinetes dos serviços secretos sírios em Tripoli, mas também estes podem ficar vazios até ao fim do dia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)