Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Site conservador versão hardcore

Imagine que é conservador e costuma consultar informação na internet sobre organizações ou partidos com os quais se identifica. Como reagiria se depois de digitar o endereço de um ‘site’ que habitualmente visita deparasse com imagens de sexo explícito e publicidade a produtos destinados a ‘apimentar’ a sua relação conjugal?
13 de Janeiro de 2005 às 00:00
Tudo indica que não reagisse bem, sobretudo se estivesse na altura acompanhado da mulher ou dos filhos, e menos ainda depois de confirmar que o endereço, apesar de bem digitado, persistia em exibir as imagens em toda a sua pouca-vergonha.
Se fosse um homem de acção talvez a revolta o levasse a meter mãos à obra (depois de desligar a maldita máquina, é claro) e a fazer o que fez a secretária do Partido Conservador de Delyn, País de Gales, quando deparou justamente com imagens ‘farsolas’ no ‘site’ oficial da associação local do partido.
Gladys Jones afirmou-se chocada com o caos, mas adiantou que se tratou provavelmente de um equívoco cuja resolução foi prontamente conseguida.
Tudo aconteceu, ao que se veio a saber, quando a Associação Conservadora de Delyn se esqueceu de renovar a sua propriedade do ‘site’, que de imediato foi apropriado por alguém cujo objectivo de vida é ‘defender’ valores de índole bem pouco conservadora e com isso ganhar muito dinheiro.
Uma denúncia foi apresentada à Polícia para que investigue quem tomou a iniciativa de substituir os conteúdos informativos conservadores por conteúdos ‘excitativos’ e ‘elevadores’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)