Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois

Casal separou-se porque Robbins teve que regressar para a frente de batalha.
13 de Junho de 2019 às 14:00
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
Soldado reencontra mulher por quem se apaixonou na II Guerra Mundial 75 anos depois
O canal de televisão francês France 2, voltou a juntar, passados 75 anos, um soldado americano e uma mulher francesa que se apaixonaram durante a II Guerra Mundial. O casal acabou, na altura, por se desencontrar.

A história emocionante foi revelada pelo canal. O veterano norte-americano Kara Troy Robbins conheceu Jeannine Ganaye em 1944 numa aldeia de Briey, próximo da fronteira com a Alemanha.

Na altura, o homem com 18 anos tinha desembarcado na Normandia, em junho de 1944, no Dia D. Foi durante as semanas que passou naquele local que conheceu Jeannine. O soldado apaixonou-se, mas passados dois meses tiveram de se separar.

O canal francês explica que esta separação aconteceu porque Robbins teve de voltar para a frente de batalha. Ao France 2 o homem revelou que tinha dito a Jeannine que "voltaria para a encontrar", mas esse regresso nunca aconteceu.

Foi agora passados 75 anos, quando o canal fez uma reportagem sobre o Dia D, que o soldado conseguiu reencontrar a mulher por quem se tinha apaixonado. Atualmente com 96 anos, a morar no Mississippi e viúvo, Robbins reencontro-se com Jeannine, com 92 anos.

A mulher, também viúva, de Montigny-lès-Metz voltou assim a ouvir o homem dizer que a amava. "Sempre te amei. Nunca me saíste do coração", disse o soldado, em inglês.

Normandia France Mundial II Guerra Troy Robbins Jeannine Ganaye Alemanha Dia D Mississippi questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)