Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Soldados mortos em S. Tomé

Dois militares morreram na sequência de uma violenta discussão entre ambos no palácio do governo de São Tomé e Príncipe. A rixa ocorreu ontem no gabinete do primeiro-ministro, Rafael Branco, um pouco antes de ele chegar.

3 de Abril de 2009 às 00:30
O tiroteio chegou a gerar pânico nos que estavam próximo do palácio
O tiroteio chegou a gerar pânico nos que estavam próximo do palácio FOTO: d.r.

Ontem ainda não se sabia o que motivou a discussão. Um dos militares morreu imediatamente e o outro acabou por sucumbir aos graves ferimentos já no hospital.

O tiroteio gerou algum pânico junto ao palácio. "Houve muitos gritos e correria", contou ao nosso jornal um funcionário. "O caso é muito grave. O primeiro-ministro não pode ter no gabinete militares que andam aos tiros por simples discussão", frisou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)