Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Sri Lanka confirma 100 mortos e 99 desaparecidos em inundações

Novo balanço informa ainda que mais de 2.900 pessoas foram deslocadas.
Lusa 27 de Maio de 2017 às 07:27
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka
Inundações no Sri Lanka

 O Governo do Sri Lanka informou que o número de mortos causados pelas cheias subiu para 100 e que há 99 desaparecidos, numa altura em que as autoridades e os residentes intensificaram as operações de busca e salvamento.

O centro de gestão de desastres informou que mais de 2.900 pessoas foram deslocadas, segundo a Associated Press.

Os militares usaram veículos blindados e barcos para transportar as pessoas para zonas seguras.

Os residentes disseram que há mais pessoas presas no interior das aldeias aonde os barcos não conseguem chegar.

O anterior balanço dado pelas autoridades na sexta-feira dava conta da morte de 91 pessoas e do desaparecimento de outras 110 na sequência das inundações que estão a afetar a região sudoeste do Sri Lanka.

A forte chuva registada nos últimos dias provocou inundações em cinco dos 25 distritos daquele país, incluindo a capital Colombo e várias zonas adjacentes, que afetaram mais de 20 mil pessoas.

Para as zonas afetadas foram destacados 250 operacionais e 28 equipas de resgate do Exército, bem como 85 unidades da Marinha, informou o secretário do Ministério de Gestão de Desastres, S.S. Miyanawala.

Foram igualmente mobilizados seis helicópteros e 21 embarcações para retirar as muitas pessoas que se encontram isoladas e sem meios para sair das zonas afetadas.

Em maio de 2016, uma intensa tempestade provocou chuvas torrenciais e inundações no Sri Lanka. Na altura, mais de 100 pessoas morreram e 300 mil pessoas foram obrigadas a sair das suas casas.

Tendo em mente o cenário registado no ano passado, as autoridades ordenaram a evacuação das zonas afetadas em 2016 e emitiram alertas de possíveis deslizamentos de terra em oito distritos do país.

A forte precipitação registada nos últimos dias no Sri Lanka, país normalmente afetado por chuvas durante a época das monções (que atinge o sul da Ásia no período do verão), surge após vários meses de seca.

Em finais do ano passado, o Sri Lanka foi atingido pela pior seca da última década, com cerca de 713.000 pessoas afetadas.

Ver comentários