Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Stoiber vai abandonar a Baviera em Setembro

O ministro-presidente da Baviera, Edmund Stoiber, anunciou que abandonará o cargo no final de Setembro, um ano antes das eleições regionais naquele estado federado, um dos mais importantes da Alemanha. Stoiber, 66 anos, revelou que deixará também a presidência da União Social-Cristã da Baviera (CSU), partido-irmão da chanceler Angela Merkel.
19 de Janeiro de 2007 às 00:00
Aliado de Merkel retira-se da vida política
Aliado de Merkel retira-se da vida política FOTO: Marcus Fuehrer, Epa
“O sucesso e a coesão da União Social-Cristã e o futuro da Baviera foram sempre os meus principais objectivos e, por isso, decidi não voltar a ser cabeça de lista às eleições regionais de 2008”, afirmou Stoiber.
Stoiber é ministro-presidente da Baviera há 14 anos num estado que é o maior bastião dos conservadores alemães. O político bávaro, teve reconhecidos méritos na modernização do ‘land’ do sul da Alemanha, que de zona rural passou a ser o mais dinâmico e moderno entre os 16 estados federados.
Mas a boa estrela de Stoiber começou a empalidecer em Setembro de 2002, quando perdeu a corrida à chancelaria federal para o social-democrata Gerhard Schroeder. Três anos depois, Stoiber teve de ceder o passo a Angela Merkel, que se tornaria a primeira mulher chanceler da Alemanha.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)