Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Sudão: Assinada declaração de intenção

O governo do Sudão e o grupo rebelde mais activo do Darfur assinaram esta terça-feira, em Doha, uma declaração de intenção para pôr fim às hostilidades naquela região do Sudão devastada pela guerra.
17 de Fevereiro de 2009 às 10:35
Seis anos de guerra provocaram milhares de deslocados
Seis anos de guerra provocaram milhares de deslocados FOTO: d.r.

O documento, que estabelece as medidas de confiança a implementar, foi elaborado por responsáveis do governo de Cartum e do Movimento para a Justiça e Igualdade (JEM), ao fim de uma semana de negociações em Doha.  

O texto estabelece um acordo para a continuação de negociações de paz entre as partes, mas, contudo, não fixa um cessar-fogo. O líder rebelde Khalil Ibrahim revelou que, como sinal de boa-vontade, o JEM vai libertar soldados governamentais que capturou.  

O mediador da União Africana que acompanhou as conversações entre o governo de Cartum e o JEM, Djibril Bassole, referiu que os rebeldes também exigiram a libertação de alguns dos seus camaradas detidos em prisões do Estado.  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)