Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Suíça: 300 urnas encontradas num lago

A polícia de Zurique, na Suíça, descobriu centenas de urnas funerárias dentro de um lago próximo de uma clínica onde se fazem suicídios assistidos.
29 de Abril de 2010 às 17:29
As urnas foram descobertas por um grupo de pessoas que se encontrava no lago
As urnas foram descobertas por um grupo de pessoas que se encontrava no lago FOTO: Bruno Colaço

As autoridades deram início a uma investigação para tentar apurar responsabilidades, tedo já apurado que todas as urnas têm o logótipo de um crematório que trabalha para a ‘Dignitas’, a polémica clínica.

Segundo o diário espanhol ‘ABC’, o número de urnas não é exacto. Um agente da polícia afirmou mesmo  que depois de encontradas 50, "deixaram de contar". No entanto, o mesmo jornal avança que Soraya Wernli, uma ex-funcionária da ‘Dignitas’, teria referido a exitência de 300, uma vez que atirar as urnas para o lago era uma ‘prática comum’ .

A descoberta dos ataúdes deu-se por acaso, quando um grupo de pessoas que se encontrava perto do lago entrou na água para recuperar um guarda-chuva que voara. 

A clínica ‘Dignitas’ foi fundada em 1998 e já assistiu o suicídio a cerca de mil pessoas, mas nunca se soube onde iam parar os cadáveres.

 

O código penal suíço prevê uma pena que pode chegar aos três anos de cadeia e uma multa de cerca 35 mil euros para este tipo de delitos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)