Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Sunitas abandonam governo iraquiano

A principal força política sunita do Iraque, a Frente da Concórdia, anunciou esta quarta-feira a decisão de abandonar o governo liderado por Nuri al Maliki, depois de este ter recusado aceitar as exigências apresentadas pelos sunitas.
1 de Agosto de 2007 às 11:42
A Frente da Concórdia tinha feito um ultimato a Maliki no qual exigia maior influência no processo político, o desarmamento das milícias xiitas e a desvinculação do governo face às forças de segurança.
A coligação que reúne três dos principais partidos sunitas tinha seis ministros no governo de unidade nacional liderado por Maliki. Na passada semana, os governantes suspenderam a sua actividade ministerial por não terem sido consultados em matérias de segurança, acusando o primeiro-ministro de negligenciar a sua opinião em questões fundamentais.
A renúncia da força sunita constitui um grave reverso no processo de reconciliação nacional. Em Junho, já seis ministros, leais ao clérico Moqtada al-Sadr, tinham abandonado a executivo.
Ver comentários