Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Supremo brasileiro anula sentença de Moro após apontar parcialidade do ex-juiz

Magistrados julgaram um recurso da defesa do 'cambista' (designação dada a quem faz câmbio de moeda), condenado por alegada fraude.
Lusa 26 de Agosto de 2020 às 10:55
Tribunal
Tribunal
O Supremo Tribunal Federal brasileiro anulou na terça-feira a sentença condenatória do 'cambista' Paulo Roberto Krug, ditada pelo ex-juiz Sergio Moro, após apontar parcialidade do magistrado.

Os magistrados julgaram um recurso da defesa do 'cambista' (designação dada a quem faz câmbio de moeda) , condenado por alegada fraude no antigo Banco do Estado do Paraná (Banestado), e concluíram que houve "quebra da imparcialidade" do então juiz Sergio Moro.

Para os advogados, Moro agiu de forma irregular ao colher depoimentos durante a verificação da delação premiada (benefício legal concedido a um réu que aceite colaborar na investigação criminal) do 'cambista' Alberto Youssef, e ao juntar documentos aos autos depois das alegações finais da defesa -- a última etapa de manifestação das partes no processo antes da sentença.

Paulo Roberto Krug Moro Supremo Tribunal Federal crime lei e justiça Sergio Moro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)