Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Suspeito de matar jornalista torturado

O advogado de um dos dez indivíduos detidos por suspeita de envolvimento no assassinato da jornalista Anna Politkovskaya, ocorrido a 7 de Outubro do ano passado, afirmou que o seu cliente sofreu agressões para confessar a autoria do crime.
28 de Agosto de 2007 às 11:19
De acorco com declarações prestadas ao jornal ‘Kommersant’, o advogado Murad Mussaev revelou que o cliente que representa foi agredido com uma garrafa na cabeça por agentes da polícia, para lhe “arrancarem a confissão”.
Anna Politkovskaya, uma acérrima crítica do regime do actual presidente russo, Vladimir Putin, foi assassinada a tiro à porta da sua casa, em Moscovo. Na altura, a jornalista preparava uma reportagem sobre a Tchetchénia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)