Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Tajiquistão bloqueia acesso ao Facebook

O governo do Tajiquistão anunciou esta terça-feira que decidiu bloquear o acesso ao Facebook "a pedido de cidadãos" que se queixaram de "um dilúvio de mentiras" sobre o presidente Emomali Rakhmon e os que o rodeiam.
27 de Novembro de 2012 às 18:14

"Nos últimos tempos, foram proferidos demasiados insultos sobre o presidente e os membros do governo", disse à agência France Press um responsável da autoridade de regulação das telecomunicações do Tajiquistão.

"Cidadãos responsáveis e personalidades que estão cansados de ver desconhecidos e utilizadores anónimos publicarem mentiras e calúnias no Facebook dirigiram-se a nós várias vezes", acrescentou o responsável, explicando que foi esse o motivo que levou à decisão de bloquear o acesso à rede social.

Não foi divulgada a duração do bloqueio, que começou na segunda-feira. Nesta antiga república soviética com oito milhões de habitantes, mais de 40 mil pessoas utilizam o Facebook.

Em Março, o acesso ao Facebook já esteve impedido durante uma semana, o mesmo tendo acontecido com 'sites' de órgãos de informação independentes que criticam o presidente.

Emomali Rakhmon dirige o país com mão de ferro há 20 anos.

FACEBOOK CORTE POPULAÇÃO GOVERNO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)