Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Tamil rendem-se ao fim de 26 anos

Os rebeldes tamil anunciaram ontem a rendição e o fim dos combates no Sri Lanka, pondo desta forma fim a 26 anos de luta e a uma das mais longas guerras civis do mundo moderno.
18 de Maio de 2009 às 00:30
Tropas governamentais afirmam ter libertado 72 mil reféns na posse dos rebeldes.
Tropas governamentais afirmam ter libertado 72 mil reféns na posse dos rebeldes. FOTO: Ho/Reuters

O presidente Mahinda Rajapaksa deu como certa a vitória sobre os Tigres de Libertação do Eelam Tamil (LTTE) no sábado, altura em que decorria ainda a ofensiva do exército no último reduto rebelde, um território com menos de um quilómetro quadrado.

Ontem vários suicidas fizeram-se explodir perante as tropas e mais de 70, segundo o exército, foram mortos ao tentar escapar.

O fim dos combates acontece depois de o governo recusar apelos internacionais para uma trégua que permitisse a libertação de 50 a 100 mil civis tamil usados, segundo a ONU, como escudos humanos. Os militares asseguram que desde quinta-feira escaparam do reduto rebelde 72 mil reféns, mas fontes tamil falam de "mais de três mil civis mortos e 25 mil feridos" na ofensiva e acusam as tropas de impedirem o socorro aos feridos.

O tom acusatório marcou também o comunicado confirmando o fim da guerra. No site www.tamilnet.com, os rebeldes afirmam: "Resta-nos, como opção final, afastar a última desculpa do inimigo para matar o nosso povo. Decidimos calar as armas."

Após as garantias de vitória do presidente as celebrações não se fizeram esperar, levando milhares às ruas da capital do país, Colombo. Mas o futuro continua incerto. O paradeiro do fundador dos Tigres, Vellupillai Prabhakaran, não era ontem claro, embora os militares o dessem como morto, e os tamil mais radicais alertaram para o facto de a derrota na guerra convencional dar origem a nova fase de guerrilha e atentados suicidas contra a indústria turística.

SAIBA MAIS

PIONEIROS DO SUICÍDIO

Associados aos radicais islâmicos, os atentados suicidas foram usados antes pelos Tigres Tamil.

1505 é o ano da chegada dos descobridores portugueses a Colombo, actual capital do Sri Lanka.

80 mil  é o número aproximado de vítimas da guerra civil no Sri Lanka, que teve início em 1983.

CONFLITO ÉTNICO

A minoria tamil acusa a maioria cingalesa de discriminação étnica e linguística.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)