Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Taxista recusa serviço e mulher dá à luz na rua

Mirjana nasceu saudável no chão de Errenteria, em Espanha.
29 de Agosto de 2018 às 19:44
Bebé
Bebé na Piscina
Bebé
Bebé
Bebé na Piscina
Bebé
Bebé
Bebé na Piscina
Bebé
María Sabina chamou um táxi quando percebeu que a segunda filha estava prestes a nascer. Tinha de chegar o mais depessa possível ao hospital porque o parto estava iminente.

Mas, no momento em que o taxista chegou, este recusou-se a transportar a mulher até à unidade hospitalar: "Como?! Um parto? Uff, nem pensar, vai-me sujar os estofos!". O caso ocorreu em Espanha e é revelado pelo jornal El Diario Vasco.

A mulher de 27 anos, natural da mulher Equatorial, chamou então uma ambulância. Quando esta chegou, não havia quem fizesse o parto. Nenhuma parteira ou médico, apenas socorristas.

Já no chão da rua Bidasoa, María, acompanhada por uma amiga e pela filha mais velha, começou a preparar-se para dar à luz. À chegada da segunda ambulância, um médico ajudou no parto de Mirjana.

A menina nasceu saudável, na noite de 23 de agosto e com 3 quilos e 200 gramas, no chão de Errenteria, um município basco.

Os vizinhos foram as testemunhas do "milagre".
médico médico Equatorial Errenteria Uff Espanha El Diario Vasco Mirjana
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)