Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

TEENAGER RUSSO MATA PAIS A TIRO

Um rapaz com 13 anos de idade matou os progenitores a tiro enquanto estes dormiam, depois do pai lhe ter batido por ter más notas na escola, revelou o jornal russo “Izvestia” na sua edição desta terça-feira.
19 de Outubro de 2004 às 09:22
O crime foi perpetrado com a espingarda do pai
O crime foi perpetrado com a espingarda do pai FOTO: d.r.
De acordo com os investigadores que acompanharam o caso, ocorrido na cidade de Talmenka, na Sibéria, o pai de Alexander Bykov, o jovem assassino, chegou a casa depois de uma reunião com os professores e puniu-o fisicamente pelos fracos resultados obtidos na disciplina de Química.
“O meu pai nunca me tinha batido por causa dos meus resultados na escola, mas desta vez transformou-se num bruto”, referiu o jovem às autoridades quando foi detido.
Revoltado com o sucedido, Alexander esperou pelas primeiras horas da madrugada para ir buscar a espingarda do pai, entrou no quarto onde os progenitores dormiam e disparou sobre eles, após o que recarregou a arma e voltou a alvejá-los.
Após ter cometido o crime, o jovem pretendia lançar os corpos dos pais num rio próximo, mas não o fez por não ter conseguido pôr o carro do pai a trabalhar. Uma outra tentativa para se livrar dos corpos lançando-os numa ravina, com a ajuda de um amigo mais velho, também não resultou.
Finalmente, Alexander optou por esconder os cadáveres dentro de um guarda-roupa cobrindo-os com sacos, onde a sua irmã mais velha, de 26 anos, acabou por os descobrir na noite seguinte.
De acordo com fontes ligadas ao processo, o rapaz vai ser avaliado por especialistas para determinar eventuais problemas psiquiátricos, não devendo ser julgado por ser menor.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)