Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Teerão quer julgar militares britânicos

O Irão pretende levar a julgamento, por espionagem, os 15 marinheiros britânicos que capturou na passada sexta-feira ao largo da costa iraquiana.
26 de Março de 2007 às 00:00
De acordo com um site próximo do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, os britânicos serão formalmente acusados e levados a tribunal. Qualificando-os de “inssurrectos”, o site refere: “Se se provar que entraram deliberadamente em território iraniano, serão acusados de espionagem e poderão esperar uma punição muito grave.”
Uma outra fonte iraniana sugeriu, por seu lado, que Teerão, que negou já o acesso de Londres aos marinheiros, vai ponderar a troca destes por espiões iranianos presos no Iraque.
Entretanto, o primeiro-ministro britânico Tony Blair qualificou ontem de “muito grave” a captura dos militares, e acusou o Irão de os ter capturado em águas iraquianas. E, numa altura em que a tensão aumenta, com Teerão a fazer saber que apesar das novas sanções da ONU – consideradas “intimidações” – não suspenderá o seu programa nuclear, Blair foi mais longe ao afirmar: “Quanto mais depressa se resolver o assunto, mais fácil será para todos”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)