Temer retira Forças Armadas das ruas de Brasília

Presidente brasileiro revogou decreto que convocou Exército para assegurar 'lei e ordem'.

O presidente brasileiro, Michel Temer, revogou na manhã desta quinta-feira o decreto extraordinário editado na tarde de ontem que convocava as Forças Armadas para garantirem a segurança em Brasília após os tumultos violentos vividos na tarde de quarta-feira.

A decisão de Temer causou muita polémica entre a população brasileira, que a consideraram um erro e um excesso. Também alguns juízes do Supremo Tribunal puseram em causa a decisão do presidente brasileiro.

A decisão de mandar as tropas de volta para os quartéis foi tomada pelo presidente após uma reunião com os seus ministros ligados à área militar e de segurança institucional.

Quando Temer ordenou para que o Exército fosse para as ruas após confrontos violentos com manifestantes que exigiam a sua renúncia, afirmou estar a atender a um pedido feito pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que rapidamente, veio a público desmentir o presidente e dizer que tnha pedido o reforço da segurança com a polícia nacional e não com as Forças Armadas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!