Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa

Instituto meteorológico britânico emitiu 22 alertas de emergência e 149 alertas de vigilância.
Lusa 9 de Fevereiro de 2020 às 14:51
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Tempestade leva ao cancelamento de transportes no Reino Unido e norte da Europa
Transportes ferroviários, aéreos e marítimos foram cancelados este domingo devido à previsão de uma tempestade com ventos que devem atingir o nível de furação em todo o Reino Unido e norte da Europa, informou hoje a agência Associated Press.

Segundo o instituto meteorológico britânico, a tempestade Ciara deverá provocar ventos de até 129 quilómetros/hora, além de chuva intensa.

O instituto emitiu 22 alertas de emergência e 149 alertas de vigilância.

Pelo menos 10 companhias ferroviárias na Grã-Bretanha emitiram avisos para os passageiros "não viajarem" e quase 20 outras comunicaram que esperam atrasos, uma vez que os ventos fortes danificam os fios elétricos e os carris com galhos de árvores quebrados e outros detritos.

O aeroporto de Heathrow, em Londres, e várias companhias aéreas decidiram concentrar os voos no domingo para reduzir o número que será cancelado devido aos ventos fortes.

A British Airways disponibilizou-se para recolocar clientes em voos domésticos e europeus, a partir dos aeroportos de Heathrow, Gatwick e Londres. Por seu lado, a Virgin Airlines cancelou alguns voos.

Na vertente rodoviária, a ponte Humber, perto de Hull, no norte da Inglaterra, restringiu o tráfego devido aos ventos fortes, proibindo camiões e caravanas de campismo.

Por outro lado, a forte ondulação no mar da Irlanda obrigou as companhias de "ferry" a cancelar várias ligações marítimas.

Uma corrida de atletismo de 10 quilómetros em Londres, que esperava atrair 25.000 participantes, também foi cancelada.

Do outro lado do Canal da Mancha, a operadora ferroviária nacional da Alemanha (Deutsche Bahn) informou ter cancelado ligações ferroviárias de longa distância para destinos de maior risco devido à tempestade, incluindo Emden e Norddeich, no canto noroeste da Alemanha.

Do outro lado do Canal da Mancha, a operadora ferroviária nacional da Alemanha (Deutsche Bahn) informou ter cancelado ligações ferroviárias de longa distância para destinos de maior risco devido à tempestade, incluindo Emden e Norddeich, no canto noroeste da Alemanha.

A tempestade é conhecida como "Sabine" na Alemanha.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)