Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

“Tenham muito medo”: Ucrânia alvo de ataque informático de grande dimensão

Kiev acusa a Rússia pelo ataque.
Francisco J. Gonçalves 15 de Janeiro de 2022 às 07:49
Putin é encarado por muitos ucranianos como o inimigo número um do país
Putin é encarado por muitos ucranianos como o inimigo número um do país FOTO: SERGEY DOLZHENKO/Lusa/Epa
A Ucrânia foi esta sexta-feira alvo de um ataque informático de grande envergadura que inativou os sites de serviços governamentais. A Rússia divulgou quase em simultâneo fotografias do reforço militar na fronteira ucraniana, onde há várias semanas tem mais de 100 mil efetivos apoiados por artilharia e unidades blindadas.

Os piratas informáticos deixaram no site do Ministério dos Negócios Estrangeiros uma mensagem sinistra. Escrita em ucraniano, russo e polaco, dizia: “Ucranianos, toda a informação a vosso respeito foi tornada pública. Tenham muito medo e esperem ainda pior.”

Kiev acusou Moscovo de responsabilidade pela operação desta sexta-feira, que acontece, curiosamente, horas depois de terminar, sem resultados palpáveis, em Viena, uma semana de encontros dos EUA e da NATO com a Rússia para tentar reduzir tensões na fronteira da Ucrânia.

A NATO condenou o ataque e anunciou a assinatura de um acordo com a Ucrânia para aumentar a cooperação no combate ao crime cibernético. O acordo dará à Ucrânia acesso às informações da NATO sobre ‘malware’.

O serviço de segurança ucraniano SBU diz que em nove meses, em 2021, foram neutralizados 1200 ataques cibernéticos.

Em mais uma coincidência curiosa, só esta sexta-feira, a pedido dos EUA, é que a Rússia desarticulou a rede criminosa de piratas informáticos REvil, especializada em ‘ransomware’.
Ver comentários