Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

TERRORISTAS FOGEM DA PRISÃO

O destacado terrorista indonésio Fathur Rohman Al-Ghozi, membro confesso da Jemaah Islamiyah, fugiu ontem da prisão onde se encontrava detido, em Manila, a capital das Filipinas, na companhia de dois presumíveis militantes do grupo Abu Sayyaf. A Polícia lançou uma mega ‘caça’ aos fugitivos, que terão escapado com a conivência de guardas.
15 de Julho de 2003 às 00:00
Al-Ghozi, um dos fugitivos
Al-Ghozi, um dos fugitivos FOTO: Rolex Dela Pena (EPA/Llusa)
Al-Ghozi, perito no fabrico de bombas da organização terrorista Jemaah Islamiyah – acusada de envolvimento no atentado de Bali – cumpria desde o ano passado uma pena de 17 anos de prisão, por posse de explosivos e falsificação de passaportes. Durante o seu julgamento confessou ter participado em cinco atentados em Manila, em Dezembro de 2000, nos quais perderam a vida 22 pessoas e ficaram feridas mais de 120.
Quanto aos restantes dois fugitivos, foram identificados pela Polícia como Abdul Edris e Meram Abante, alegadamente membros do grupo Abu Sayyaf.
A presidente filipina, Gloria Macapagal Arroyo, demitiu já os três guardas prisionais encarregados de vigiar Al-Ghozi, os quais terão ajudado na fuga.
A Polícia lançou uma mega-operação de captura e abriu um inquérito para tentar determinar as circunstâncias em que ocorreu a fuga, durante a madrugada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)