Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Tesla enfrenta investigação criminal devido a tweet de Musk

CEO da marca escreveu no Twitter que tinha assegurado financiamento para retirar a empresa de bolsa.
Jornal de Negócios 18 de Setembro de 2018 às 18:02
Tesla
Tesla
Tesla
Tesla
Tesla
Tesla

A Tesla está a ser investigada pelo Departamento norte-americano da Justiça, devido ao tweet que Elon Musk publicou a 7 de agosto dizendo que tinha assegurado financiamento para retirar a empresa de bolsa, avançou o Financial Times.

Musk referiu que estava a pensar retirar a empresa de bolsa a um valor de 420 dólares por ação. Nesse momento, as ações dispararam para 366 dólares e a esse preço a Tesla valia 71,6 mil milhões de dólares. Segundo os dados da Bloomberg, Musk tem uma posição de 19,78% na Tesla, o que significa que teria de desembolsar 57,5 mil milhões de dólares para comprar a restante parte.

As ações estiveram depois suspensas de negociação durante mais de uma hora, visto que o anúncio de Musk não foi feito formalmente junto das autoridades reguladoras, mas ainda voltaram a transaccionar nos últimos 15 minutos da sessão regular em Wall Street e chegaram a disparar 13,30% - tendo encerrado a somar 10,99% para 379,57 dólares.

Mas, no dia seguinte, após toda esta euforia… instalou-se o cepticismo. As ações foram então oscilando, desde então, ao sabor dos anúncios de Musk sobre esta intenção de retirada de bolsa e sobre a garantia de que tinha investidores que asseguravam o financiamento da operação.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)