Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

TESTADA MÃE DE TODAS AS BOMBAS

A Força Aérea norte-americana testou ontem com êxito uma nova e poderosa bomba convencional conhecida como ‘a mãe de todas as bombas’, que pode vir a ser utilizada numa eventual intervenção militar contra o Iraque, para desarmar à força o regime de Saddam Hussein.
12 de Março de 2003 às 08:34
A maior bomba convencional até agora fabricada em todo o Mundo pesa 9,5 toneladas e contém uma carga de 8,2 toneladas de poderosos explosivos, sendo guiada por satélite para garantir a sua precisão. A sua potência é semelhante à de uma pequena bomba nuclear.

Este projéctil gigante foi baptizado com o nome de MOAB - Massive Ordnance Air Blast (Munição Maciça com Efeito de Sopro) e supera o poder destrutivo da BLU-82, que ficou conhecida na ofensiva para destronar os Taliban no Afeganistão como “corta margaridas”.

Segundo adiantou Jake Senson, porta-voz da base de Eglin, na Florida, onde foi testada a nova bomba, a sua utilização contra forças terrestres pode ser desvastador, sendo por isso uma arma com grandes efeitos psicológicos sobre as forças inimigas.

Devido às suas dimensões, a MOAB só pode ser lançada da parte detrás de um avião de carga, como um Hércules C-130, que foi utilizado no teste realizado ontem. Ao explodir, a bomba cria uma nuvem semelhante a um cogumelo, visível a vários quilómetros do local da deflagração.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)