Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Timor: Eleições sem problemas

Os observadores da União Europeia (UE) referiram que as eleições legislativas em Timor-Leste “decorreram calma e ordenadamente” e que “os procedimentos de voto foram respeitados”.
2 de Julho de 2007 às 13:32
Em comunicado, os observadores europeus consideraram que não foram confirmadas as perspectivas de alguns meios de comunicação internacional, que apontavam a possibilidade de Timor-Leste estar à beira de uma guerra civil.
“Timor-Leste não é mais um país em guerra, mas um país que está a trabalhar para viver em paz”, sublinhou José Javier Pomés Ruis, chefe de missão eleitoral, em conferência de imprensa. No território foram apenas registados “poucos casos de intimidação e interrupção de votos”, acrescenta o comunicado.
Os observadores pedem aos partidos e militantes que mantenham a calma depois de serem conhecidos os resultados oficiais.
Quando estão apenas cinco por cento dos votos, os primeiros resultados dão uma vantagem à Fretilin, com 32,9 por cento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)