Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

TIROTEIO EM CASA DE ANDRÉ

Um segurança do príncipe André de Inglaterra foi ‘afastado’ do serviço, depois de ter disparado, acidentalmente, um tiro no interior da residência do Duque de York.
12 de Maio de 2003 às 00:00
O agente, cuja identidade não foi revelada, faz parte do corpo de protecção da família real e estaria a descarregar a arma, quando esta disparou acidentalmente, numa altura em que o príncipe estava em casa. O segurança não foi suspenso, mas não pode prestar os seus serviços, uma vez que foi temporariamente afastado de todas as funções que exijam a posse e manuseamento de armas.
A Scotland Yard já abriu um inquérito para investigar o incidente, que ocorreu a 25 de Abril, na mansão do príncipe em Sunninghill Park, Berkshire, no Reino Unido.
Em Junho de 2000, recorde-se, um dos guarda-costas da rainha, Michael Slade, disparou, também acidentalmente, dois tiros a bordo do Comboio Real, enquanto Isabel II dormia num dos quartos das imediações.O agente terá disparado quando pegou no estojo da arma para fazer exercícios e alongamentos matinais na sala de jantar do pessoal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)