Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Tiroteio em Chicago eleva para 15 o número de mortos em paradas do 4 de Julho na cidade

Disparos em Highland Park fizeram seis vítimas mortais, esta segunda-feira.
Correio da Manhã 4 de Julho de 2022 às 17:17

Um tiroteio ocorrido durante uma parada do 4 de Julho (Dia da Independência nos EUA), em Highland Park, Chicago, fez pelo menos seis mortos e 24 feridos, segundo a Reuters. Esta tragédia eleva para 14 o número de mortos nas festividades do Dia da Independência naquela cidade norte-americana, que começaram no sábado.

Segundo o Chicago Sun-Times, esta segunda-feira, várias pessoas foram alvejadas e, prontamente, as centenas de pessoas que assitiam ao desfile puseram-se em fuga. 

De acordo com a polícia o atirador, que está em fuga, disparou a partir do topo de um edifício. O autor dos disparos é descrito como "um homem branco entre os 18 e os 20 anos, encontra-se em fuga, estará armado e é considerado perigoso".

O desfile foi interrompido pouco depois de ter começado, pelas 10h00 da manhã, quando foram disparados tiros que terão atingido um número indeterminado de participantes que se encontravam no evento. O barulho dos disparos terá sido confundido com os estrondos do fogo de artifício que animava a parada.

A polícia encontra-se a patrulhar a zona, num desfile que contava já com uma forte presença de agentes da autoridade e bombeiros.

Após este tiroteio, que faz aumentar o número de vítimas em paradas do 4 de Julho na cidade, o governador local decretou o cancelamento de todas as festividades.

No ano passado, nas celebrações do quatro de Julho em Chicago, 19 pessoas foram mortas e outras 100 ficaram feridas.


Em atualização

Ver comentários
}