Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Tiroteio indiscriminado em bar causa 10 mortos na Nigéria

Um ataque a um bar na cidade de Barkin Ladi, no centro da Nigéria, por homens armados com uniforme militar, causou dez mortos, anunciou nesta terça-feira um porta-voz militar, noticia a agência AFP.
27 de Novembro de 2012 às 22:01

"Homens armados dispararam sobre os clientes, matando oito pessoas no momento e dois outros depois, devido às feridas sofridas", afirmou o capitão Salisu Ibrahim Mustapha.

O tiroteio ocorreu na noite de segunda-feira na região Barkin Ladi, maioritariamente cristã, no Estado do Plateau. Este Estado situa-se na zona de transição entre o Norte, maioritariamente muçulmano, e o Sul, predominantemente cristão.

Vários habitantes e um militante cristão disseram que os homens armados estavam vestidos com uniformes militares.

A capitã Mustapha desmentiu a participação de soldados no tiroteio.

Actos de violência são praticados regulamente por criminosos envergando fardas de militares ou polícias.

Este Estado é palco frequente de conflitos entre os criadores de gado muçulmanos fulani e as comunidades cristãs.

Os conflitos entre os Fulani e os membros da étnica cristã Birom fizeram centenas de mortos nos últimos anos.

 


Os Birom acusam os Fulani de se apropriarem das terras férteis da região, enquanto os Fulani queixam-se de marginalização e de estarem privados dos seus direitos elementares pelos direitos do Estado, que são cristãos na sua maioria.

O grupo islamita Boko Haram tem realizado vários atentados na região. O gabinete do procurador do Tribunal Penal Internacional estima que os "ataques generalizados e sistemáticos" lançados pelo grupo desde 2009 tenham causado a morte a 1.200 civis cristãos e muçulmanos.

nigéria tiroteio tragédia bar confrontos atentado ataques
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)