Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Dois jornalistas mortos em direto

Crime no estado da Virgínia. (Em atualização desde 26/08)
27 de Agosto de 2015 às 10:02
A jornalista (à esquerda na foto) foi uma das vítimas
A jornalista (à esquerda na foto) foi uma das vítimas FOTO: Direitos Reservados

A jornalista Alison Parker, de 24 anos, e o repórter de imagem Adam Ward, de 27 anos, foram assassinados esta quarta-feira, em direto, durante uma reportagem para o canal de televisão WDBJ7. O crime ocorreu no Bridgewater Plaza, no estado norte-americano da Virgínia. Vester Lee Flanagan, de 41 anos, também jornalista (conhecido profissionalmente como Bryce Williams), era o único suspeito do crime e esteve algumas horas em fuga. Foi montada uma caça ao homem. A polícia informou, ao final da tarde, que Flanagan se suicidou durante a perseguição de que foi alvo. O homicida e as duas vítimas mortais trabalharam juntos. Uma terceira vítima, a mulher que estava a ser entrevistada no momento do crime, também sofreu ferimentos, mas está livre de perigo.

27/08/2015 (quinta-feira)

11h02
Nos Estados Unidos, vários jornalistas e repórteres de imagem têm prestado homenagens através das redes sociais a estes dois colegas que morreram.

10h05
No fax enviado à cadeia televisiva ABC após o tiroteio, Flanagan indicou que a sua ira "foi crescendo pouco a pouco" por causa de episódios de discriminação racial e de assédio sexual que alegou ter sido sujeito.

26/08/2015 (quarta-feira)

19h19

A polícia da Virgínia confirma a morte de Vester Lee Flanagan, que assassinou dois antigos colegas de trabalho em direto na televisão. O homicida suicidou-se quando estava a ser perseguido pela polícia, informaram as autoridades norte-americanas.

19h11

O atirador morreu no hospital. A informação foi avançada pelas autoridades locais ao jornal Washington Post.

17h53

Contratado em 2000, o jornalista Vester Lee Flanagan foi despedido no mesmo ano "após vários incidentes em que a sua raiva se revelou", tendo mesmo sido necessário chamar a polícia, para o expulsar do edifício da WDBJ7, diz o diretor daquela televisão, Jeffrey Marks.

17h48

O Facebook e o Twitter suspenderam as contas do homicida. Vester Lee Flanagan utilizou as redes sociais para partilhar o vídeo da execução da jornalista e do repórter de imagem.

17h30

Vester Lee Flanagan, o único suspeito do duplo homicídio em direto, escreveu na sua conta de Twitter - que já foi suspensa - que Alison Parker, a jornalista assassinada, teria feito comentários racistas.

17h22
Informações não confirmadas oficialmente davam conta que Vester Lee Flanagan - cujo nome profissional de jornalista é Bryce Williams -, o suspeito do duplo homicídio em direto na TV, teria tentado o suicídio, após o crime que cometeu esta quarta-feira.

17h10
O suspeito do duplo homicídio em direto na TV revelou na sua conta de Twitter - que foi, entretanto, apagada - que tinha partilhado no Facebook o momento em que executou Alison Parker e Adam Ward. As imagens deste vídeo podem ser consideradas chocantes.

16h52
Vester Lee Flanagan, o suspeito do duplo homicídio em direto na TV, nos EUA, filmou o crime que cometeu (as imagens deste vídeo podem ser consideradas chocantes): a aproximação às vítimas e o momento em que efetua vários disparos.

16h34

Adam Ward, o repórter de imagem de 27 anos que esta quarta-feira foi assassinado em direto nos EUA, trabalhava no canal de televisão WDBJ há quatro anos e estava noivo de uma produtora da estação. Melissa Ott assistiu à tragédia em direto e ficou em estado de choque.

16h25
Veja as fotos da jornalista e do repórter de imagem da WDBJ7.

O homicida Vester Lee Flanagan tinha 41 anos

16h20

Veja o vídeo do momento em que Alison Parker e Adam Ward são mortos a tiro em direto.

16h05
Saiba quem era Alison Parker, a jornalista de TV assassinada em direto.

15h48
Vester Lee Flanagan é o suspeito da morte a tiro de uma jornalista e de um repórter de imagem, em direto, nos Estados Unidos, segundo a polícia local.

15h22
A redação da televisão onde trabalhavam Alison Parker e Adam Ward prestou uma homenagem muito emotiva aos dois jornalistas assassinados. Os colegas dizem-se devastados, sublinhando a coesão na WDBJ7, que está ligada à CBS.

14h58
"Acreditamos que o atirador é um trabalhador descontente", afirmou esta tarde o governador do estado norte-americano da Virgínia.

14h30
A polícia já montou uma operação para encontrar o duplo homicida, que se encontra a monte, e que foi filmado pelo operador de câmara abatido. O tiroteio causou ferimentos na diretora do centro comercial onde decorria a entrevista, que foi baleada nas costas. Alison Parker, de 24 anos, e Adam Ward, de 27 anos, morreram no local.

14h14
O principal suspeito deste crime já foi indentificado pelas autoridades e está neste momento a ser perseguido por dezenas de agentes na autoestrada Interstate 81, a maior do estado da Virgínia. De acordo com a agência Reuters, o suspeito é um antigo empregado deste canal de televisão. A autoestrada junto a este local foi cortada nos dois sentidos, assim como várias escolas. 


(Imagem do alegado assassino captada pela câmara de televisão)


(Imagem das vítimas mortais, Alison Parker e Adam Ward)
Ver comentários