Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Torturou filho com garfo em brasa

A polícia da cidade de Contagem, na área metropolitana de Belo Horizonte, capital do estado brasileiro de Minas Gerais, prendeu Gláucia Helena do Carmo Vieira, de 26 anos, acusada de torturar os dois filhos, um de oito e o outro de seis anos.
21 de Outubro de 2007 às 00:00
A violência familiar atinge níveis preocupantes no Brasil
A violência familiar atinge níveis preocupantes no Brasil FOTO: Sebastião Moreira, Epa
De acordo com um responsável policial da cidade, a mulher, dona de casa, confessou ter torturado o filho de seis anos com um garfo em brasa, provocando-lhe queimaduras acentuadas nas mãos, por ele ter retirado sem seu consentimento uma nota equivalente a 19 euros da sua carteira. O menino confirma o ‘delito’ mas afirma que a quantia ‘roubada’ era apenas 78 cêntimos.
Há 15 dias, Gláucia já havia sido detida uma primeira vez e libertada horas depois, por torturar um outro filho, este de oito anos. De acordo com as denúncias recebidas pelo Conselho Tutelar de Menores, que agora tomou conta das crianças, a acusada furou o umbigo do menino com uma faca por ele não lhe ter obedecido.
Vizinhos dão conta de que Gláucia – que vai ser presente a tribunal e deverá perder a custódia dos filhos – costumava agredir as crianças e torturá-las quando elas não lhe obedeciam ou quando estava nervosa.
Após castigar tão cruelmente os filhos, Gláucia proibiu-os de irem à escola, para que as marcas dos ferimentos não fossem descobertas, mas foi isso que a denunciou. Ao notarem a ausência das crianças, os professores foram a casa delas e descobriram as agressões.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)