Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Toyota suspende testes de condução autónoma após morte com Uber

Uber também travou testes em curso no Arizona, São Francisco, Pittsburgh e Toronto.
22 de Março de 2018 às 08:42
Caro de condução autónoma da Toyota
Carros de condução autónoma da Uber
Caro de condução autónoma da Toyota
Carros de condução autónoma da Uber
Caro de condução autónoma da Toyota
Carros de condução autónoma da Uber
O gigante japonês Toyota decidiu suspender os testes de condução autónoma nos Estados unidos, justificando com o impacto emocional sobre as suas equipas, após um acidente mortal com um veículo em modo de auto-condução da Uber.

A companhia automobilística conduzia testes com veículos autónomos na área de São Francisco (Califórnia) e em Ann Arbor (Michigan), onde se encontra o centro de investigação Toyota.

As outras três operações em recintos fechados, nos mesmos estados, vão prosseguir.

"Dissemos aos nossos condutores que tirem um par de dias para que possamos avaliar a situação", disse ao jornal norte-ameicano The New York Times um porta-voz da Toyota.

Apesar de os veículos autónomos funcionarem sozinhos, a Toyota tem condutores e engenheiros no seu interior por segurança.

Uma mulher morreu no domingo à noite em Temple (Arizona), quando foi atropelada por um veículo autónomo da Uber. No caso, o veículo em questão era um Volvo XC90. Trata-se da primeira morte causada por uma viatura sem condutor nos EUA.

A Uber suspendeu as suas quatro operações de condução autónoma na América do Norte - Arizona, São Francisco (Califórnia), Pittsburgh (Pensilvânia) e Toronto (Canadá) - na sequência do acidente fatal.

Segundo o mesmo jornal, a Ford e a General Motors mantêm os seus testes com viaturas autónomas, apesar do acidente da Uber. Já o construtor alemão BMW anunciou que vai manter os seus projetos, enquanto o japonês Nissan recusou comentar.

Todas as empresas esperam comercializar veículos totalmente autónomos nos anos 2020.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)