Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Trabalha, cheira flores, vai à praia e também sai em protesto. Conheça a primeira abelha a tornar-se 'influencer'

Projeto tem como objetivo sensibilizar as pessoas para a importância destes insetos na sociedade.
Beatriz Madaleno de Assunção(beatrizassuncao@cmjornal.pt) 10 de Novembro de 2019 às 13:32
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
B: A primeira abelha a tornar-se uma 'influencer'
Trabalha, cheira flores, vai à praia e também sai em protesto. Podia ser uma pessoa, mas é "uma abelha" com um objetivo muito preciso: consciencializar a sociedade da importância deste tipo de insetos na sociedade.

Com vontade de ser a abelha mais famosa do Mundo, quando abrimos a página de Instagram de 'B', somos logo "assaltados" pela sua auto-biografia: "Sou a primeira abelha influencer. Sigam-me: Quantos mais seguidores tiver, mais abelhas vamos salvar", pode ler-se.

A conta foi criada em abril de 2019. Sete meses após a sua primeira publicação online, 'B' está muito perto de atingir os 200 mil seguidores.

Fazendo 'scroll' podemos ver uma galeria com dezenas de fotografias, onde 'B' mostra aos seus seguidores alguns momentos da sua vida, seja a relaxar na praia, a viajar ou a trabalhar no escritório, mas sempre com o mesmo propósito: ajudar as abelhas. De que forma? Quantos mais forem os seguidores de 'B', maior será o valor pago pelas marcas para se associarem a esta causa.

Segundo a Beefund, a organização francesa que criou esta conta no Instagram, o objetivo é recolher fundos suficientes para a proteção das abelhas, tão importantes para a manutenção do ecossistema, pela sua relevância ao transportar o pólen de flôr em flôr, entre outras faculdades.

No site oficial da organização são disponibilizados alguns dados que avançam, por exemplo, que, por ano, morrem 24% de abelhas na Europa. Talvez lhe pareça pouco, mas e se lhe disserem que 75% das culturas agrícolas do mundo são polinizadas por estes insetos? Ou que 84% das plantas selvagens e cultivadas dependem da polinização das abelhas?

Por isso, e para que a causa chegasse ao maior número de pessoas, este pedido de "ajuda" é feito, quase semanalmente, com uma fotografia de 'B' a viver o presente, mas com as asas e o receio no futuro.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)