Três candidatos lutam por herança de Merkel na CDU

Friedrich Merz, que pretende virar o partido à direita e Annegret Kramp-Karrenbauer, vista como uma ‘clone’ de Merkel, são os favoritos.
Por Ricardo Ramos|07.12.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A União Cristã-Democrata alemã (CDU) elege esta sexta-feira o sucessor de Angela Merkel à frente do partido e o provável candidato dos conservadores às eleições legislativas de 2021. A escolha está a cargo dos 1001 delegados presentes no congresso do partido em Hamburgo, muitos dos quais ainda estão indecisos sobre qual dos três candidatos que se apresentaram é o mais indicado para herdar o pesado manto de Merkel.

Embora o seu nome pouco diga a quem está fora da Alemanha, Friedrich Merz, Annegret Kramp-Karrenbauer e Jehns Spahn não são propriamente desconhecidos para os militantes da CDU. Merz é um velho rival de Merkel, que foi derrotado por esta nas eleições para a liderança da CDU em 2002, abandonou a política em 2009 e fez fortuna no setor privado. É o preferido de ‘barões’ como Wolfgang Schäuble, que quer levar o partido mais para a direita e endurecer as políticas de imigração para roubar votos à AfD (extrema-direita).

Já Kramp-Karrenbauer é a protegida de Merkel e por muitos considerada como um autêntico ‘clone’ da atual chanceler. Antiga chefe do governo regional do Sarre, lidera as sondagens e é a opção mais bem vista por aqueles que defendem a manutenção da ‘grande coligação’ com os social-democratas.

Spahn é o atual ministro da Saúde e um dos principais críticos da política de imigração de ‘portas abertas’ de Merkel. Está em último lugar nas sondagens.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!