Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

TRÊS NOVOS CLONES ATÉ FINAL DO MÊS

A directora da empresa Clonaid, que alegadamente produziu os primeiros dois clones de seres humanos, afirmou ontem que três novos bebés clonados nascerão até ao início de Fevereiro. Brigitte Boisselier garante, ainda, que há mais de duas mil pessoas dispostas a pagar 200 mil dólares para serem clonadas.
6 de Janeiro de 2003 às 00:00
As palavras de Boisselier – membro da seita Raeliana, que acredita que os seres humanos foram clonados por extraterrestres – são a confirmação de um anúncio feito pela primeira vez a 27 de Dezembro, um dia depois do nascimento de Eva, nome dado à menina que alegadamente é o primeiro clone humano. A “mãe”, uma norte-americana de 31 anos, não foi identificada.

Ainda a polémica em torno de Eva não tinha acalmado quando a Clonaid anunciou, sábado, o nascimento de outra bebé criada pelo mesmo método. As células clonadas são desta feita de uma lésbica holandesa.
Assinale-se que a Clonaid, a sua directora e a seita por detrás de tudo isto estão envolvidos numa nuvem de segredos que levam a comunidade científica a duvidar da veracidade das anunciadas clonagens. Boisselier, recorde-se, recusa identificar os “pais”, os bebés, dos quais nem mesmo uma fotografia foi divulgada, e escusa-se ainda a revelar o local exacto dos nascimentos. Isto é válido, naturalmente, também no caso dos três próximos clones ora anunciados.

O cepticismo dos cientistas foi esta semana reforçado pelo adiamento da recolha de amostras para testes de ADN destinados a confirmar a alegação de que Eva é realmente um clone.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)