Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Tribunal considera suspensão do Parlamento britânico “ilegal”

Oposição pede demissão do primeiro-ministro Boris Johnson por “enganar a rainha”.
Ricardo Ramos 12 de Setembro de 2019 às 08:44
Protesto contra o fecho do Parlamento britânico
Boris Johnson
Boris Johnson
Jo Johnson pediu a demissão
Protesto contra o fecho do Parlamento britânico
Boris Johnson
Boris Johnson
Jo Johnson pediu a demissão
Protesto contra o fecho do Parlamento britânico
Boris Johnson
Boris Johnson
Jo Johnson pediu a demissão
Um tribunal escocês considerou esta quarta-feira "ilegal" a suspensão do Parlamento britânico ordenada por Boris Johnson, numa nova e pesada derrota para o primeiro-ministro, que agora é acusado de ter "enganado a rainha" para impedir os deputados de debaterem o Brexit.

Numa decisão bombástica, os juízes escoceses determinaram que a principal razão para a suspensão do Parlamento foi travar o debate parlamentar e permitir que o primeiro-ministro avançasse com o seu plano para forçar um Brexit sem acordo.

"Trata-se de um notório caso de incumprimento dos padrões de comportamento aceitável por parte do governo", diz a decisão judicial, acrescentando que "a única conclusão possível é que o governo e o primeiro-ministro tentaram limitar a ação do Parlamento".

"Se Boris Johnson enganou a rainha deve demitir-se", defendeu o deputado conservador Dominic Grieve, enquanto a oposição exigiu a reabertura imediata do Parlamento. O governo, porém, resiste à ideia, afirmando que é preciso esperar pela decisão do Supremo Tribunal, que vai discutir o caso na próxima semana.

PORMENORES
Novo referendo
O vice-líder trabalhista Tom Watson pediu um novo referendo antes das eleições, contrariando a posição do partido.

‘Não’ a Farage
Boris Johnson recusou aliar-se ao partido de Nigel Farage, que ameaçou conservadores com uma "tareia" nas urnas.

Merkel confiante
Chancelar alemã disse esta quarta-feira que acredita que ainda é possível o Reino Unido deixar a União Europeia de forma ordeira.
Parlamento Boris Johnson Brexit crime lei e justiça justiça e direitos política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)