Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Tribunal holandês obriga Isabel dos Santos a pagar mais de 400 milhões ao estado angolano

Empresária angolana negou qualquer ligação com a holding que está envolvida no caso.
Correio da Manhã 27 de Julho de 2021 às 16:20
Isabel dos Santos
Isabel dos Santos
Um tribunal holandês decidiu que Isabel dos Santos tem de pagar cerca de 423 milhões de euros a Angola. O valor milionário é relativo a uma participação na petrolífera portuguesa Galp.

A empresária angolana tinha a participação "maculada pela ilegalidade, permitindo a Isabel dos Santos colher um ganho financeiro extraordinário em detrimento da Sonangol, e, consequentemente, do Estado de Angola", referiu o tribunal de arbitragem internacional holandês, citado pelos advogados da Sonangol.

Isabel dos Santos negou qualquer ligação com a holding que está envolvida no caso - a Exem -, que ela diz pertencer ao marido que já faleceu. A empresária nega qualquer irregularidade e diz que é alvo de uma caça às bruxas por parte da nova liderança de Angola.

Sob o comando do ex-presidente José Eduardo dos Santos, a Sonangol vendeu 40% da participação numa holding offshore, Esperaza, para outra holding, a Exem, que era propriedade do marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo.

A Esperaza, holding da qual a Sonangol detém 60% do capital, associou-se por sua vez ao império empresarial da família Amorim para formar uma outra holding, a Amorim Energia, maior acionista da petrolífera portuguesa Galp Energia, com uma participação de cerca de 33%.

Os 40% das ações em disputa da Esperaza têm um valor atual de mercado de cerca de 700 milhões de dólares norte-americanos (593 milhões de euros).
Ver comentários