Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Tribunal obriga homem a indemnizar ex-mulher pelas tarefas domésticas

Cinco anos de trabalho não remunerado da ex-companheira acabam em multa para o homem e ainda na obrigação de pagar uma pensão de alimentação mensal.
Correio da Manhã 24 de Fevereiro de 2021 às 08:36
Tarefas domésticas
Tarefas domésticas FOTO: Getty Images
Um tribunal de Pequim, na China, condenou um homem a indemnizar a ex-mulher pelo trabalho doméstico que esta desenvolveu durante os cinco anos em que estes estiveram casados. O homem terá de pagar cerca de 6300 euros à ex-companheira pelas tarefas domésticas e ainda será obrigado a entregar uma pensão de alimentação mensal de 255 euros. 

O processo de divórcio começou cinco anos após o casal dar o nó. Numa primeira fase a mulher estava relutante em aceitar o processo de divórcio, mas depois acabou por pedir uma compensação financeira, argumentando que o marido não tinha assumido responsabilidade alguma nas tarefas domésticas ou no cuidado dos filhos.

O Tribunal Distrital de Fangshan, em Pequim, acabou por decidir em favor da mulher e condenou o homem a uma multa e ao pagamento de uma pensão de alimentação. A decisão foi tomada de acordo com o novo código civil do país, que entrou em vigor este ano. A nova lei admite que o cônjuge tem direito a pedir uma indemnização durante o processo de divórcio se tiver responsabilidade na criação dos filhos, cuidado de parentes idosos ou ajuda de terceiros.

O processo gerou alguma polémica na China e vários internautas admitem mesmo que a indemnização de 6300 euros é demasiado curta para os cinco anos de trabalho da mulher.
Ver comentários