Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Tropa vacina portugueses em Moçambique

Força de Reação Imediata das Forças Armadas volta após nove dias de missão intensa.
Sérgio A. Vitorino 31 de Março de 2019 às 01:30
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Tropa vacina portugueses em Moçambique
Os médicos da Força de Reação Imediata das Forças Armadas, enviados para Moçambique logo nas primeiras horas após a passagem do ciclone ‘Idai’ - que já contabiliza mais de meio milhar de mortos -, chegam este domingo a Portugal após terem concluído no sábado a vacinação de mais de 600 portugueses, na Beira, contra a cólera, tétano e hepatite.

Nos nove dias que estiveram no terreno, os 47 militares - na maioria fuzileiros - fizeram busca e salvamento, apoio médico-sanitário, purificação de água e fornecimento de mais de cinco toneladas de alimentos de emergência e água engarrafada a populações isoladas na Beira.

Na região "permanecerá mais alguns dias uma equipa de seis militares de comunicações, engenharia e apoio de serviços para assegurar capacidade de comunicações satélite no consulado e para efetuar purificação de água junto às populações", refere o Estado-Maior- -General das Forças Armadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)