Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

TROPAS DOS EUA PERTO DO CENTRO DE FALLUJA

Apoiados por fogo de artilharia e bombardeamentos aéreos, os soldados norte-americanos encontram-se já próximo do centro da cidade rebelde sunita de Falluja, situada 50 quilómetros a Oeste de Bagdad, segundo informação avançada por uma fonte oficial militar dos EUA.
9 de Novembro de 2004 às 08:24
TROPAS DOS EUA PERTO DO CENTRO DE FALLUJA
TROPAS DOS EUA PERTO DO CENTRO DE FALLUJA FOTO: Reuters
De acordo com esta mesma fonte, as forças norte-americanas depararam com forte resistência no início da operação para a tomada do controlo da cidade, denominada “Fúria Fantasma”, lançada segunda-feira à noite, encontrando-se agora a menos de um quilómetro do centro de Falluja.
Segundo informou, ontem, o secretário de Defesa dos EUA, Donald Rumsfeld, participam neste operação para “limpar a cidade de terroristas”, mais de 12 mil soldados. Os EUA acreditam que o terrorista jordano Abu Musab al-Zarqawi e os seus seguidores estão refugiados em Falluja.
De acordo com testemunhas, a luta trava-se agora rua a rua, com os soldados norte-americanos a enfrentar o perigo de vários atiradores furtivos escondidos nos telhados dos edifícios. Há testemunhos que indicam que os rebeldes terão abatido um helicóptero, mas o Exército dos EUA negou essa informação.
Numa altura em que ainda não é possível determinar o número de baixas sofridas por ambos os lados, o Partido Islâmico do Iraque, a única força política de orientação sunita no governo interino do Iraque, suspendeu a sua participação nos trabalhos em protesto pelo ataque.
O partido dirigido por Mohsen Abdelhamid acusa o governo de “legalizar o derramamento de sangue dos iraquianos em colaboração com as tropas de ocupação” e exige que o executivo suspenda a ofensiva e regresse à mesa de negociações, para encontrar uma solução pacífica para a crise.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)