Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Trump admite solução de "compromisso" para os imigrantes

Presidente dos EUA diz que chegou "momento adequado" para reforma sobre imigração.
1 de Março de 2017 às 01:40
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que chegou "o momento adequado" para avançar com uma reforma da lei da imigração, num país onde se calcula que residam 11 milhões de pessoas ilegais.

"Este é o momento adequado para uma [reforma da] lei sobre imigração, desde que haja vontade de fazer concessões de ambos os lados, afirmou, no domingo, num almoço privado com jornalistas das principais cadeias de televisão norte-americanas, informam vários meios de comunicação social.

Uma fonte oficial da Casa Branca, citada pela agência noticiosa espanhola Efe, referiu que, durante o almoço, o Presidente norte-americano assumiu que tanto democratas como republicanos têm que "suavizar posições" se pretendem que a reforma migratória avance.

Segundo a CNN e a NBC News, que se fizeram representar no encontro, Trump manifestou abertura à legalização dos indocumentados que não tenham cometido delitos graves ou violentos, evitando a sua deportação.

As declarações de Donald Trump sobre a reforma migratória contrastam com o discurso anti-imigrante que caracterizou a sua campanha eleitoral, com as suas medidas para acelerar a deportação de imigrantes ilegais e com a sua declaração de que muitos 'sem papéis' nos Estados Unidos são criminosos.

O Presidente norte-americano profere hoje (domingo, nos Estados Unidos) o seu primeiro discurso perante o Congresso, reunido em sessão conjunta.

Trump elegeu como convidados especiais três pessoas cujos familiares foram assassinados por imigrantes em situação irregular.

Os democratas convidaram imigrantes e estrangeiros para assistirem ao discurso do Presidente, num esforço para dar um rosto aos que podem ser lesados pelas políticas republicanas, de acordo com a agência noticiosa norte-americana AP.
Donald Trump Presidente dos Estados Unidos Casa Branca compromisso imigração Congresso política
Ver comentários