Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Trump assegura que republicanos continuam a trabalhar para substituir o 'Obamacare'

Reforma do sistema de Saúde foi aprovada em 2010 pelo antecessor Barack Obama.
2 de Abril de 2017 às 18:29
O presidente dos EUA, Donald Trump
O presidente dos EUA, Donald Trump
Donald Trump, presidente dos EUA
Barack Obama
O presidente dos EUA, Donald Trump
O presidente dos EUA, Donald Trump
Donald Trump, presidente dos EUA
Barack Obama
O presidente dos EUA, Donald Trump
O presidente dos EUA, Donald Trump
Donald Trump, presidente dos EUA
Barack Obama
O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou hoje que os republicanos continuam em conversações para substituir a reforma do sistema de Saúde aprovada em 2010 pelo seu antecessor Barack Obama, conhecida como "Obamacare", apesar do fracasso legislativo recente.

"Qualquer um (especialmente os meios de comunicação falsos) que acredite que o sistema de Saúde 'Obamacare' está morto, não conhece o amor e a força que existem no partido R" (republicano), escreveu Trump na sua conta oficial de Twitter.

Segundo a mensagem de Trump, as conversações sobre o "Obamacare" continuam "e continuarão até ao momento em que, com sorte, se alcance um acordo", acrescentou Trump.

O projeto de lei republicano para acabar com o "Obamacare" e substitui-lo por outro sistema de Saúde foi retirado no dia 24 de março, antes de ser votado na Câmara de Representantes, devido à falta de apoios de certas facções republicanas.

Trump assegurou, nessa data, que estava "aberto" a tentar outra reforma da Saúde no futuro e prognosticou que este ano haverá uma "explosão" no sistema estabelecido pela reforma de Obama, com uma fuga das seguradoras ou um aumento dos preços das franquias dos seguros médicos.

O Presidente norte-americano acredita que, quando isso acontecer, a oposição democrata acederá a trabalhar com ele para mudar o sistema de Saúde.

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, também disse hoje, num discurso, que "agora mesmo há membros do Congresso a trabalhar para desenhar a legislação que permitirá acabar com o 'Obamacare'".

A derrota do primeiro projeto republicano para substituir o sistema de Saúde agudizou a tensão entre a Casa Branca e a facção ultraconservadora do Partido Republicano.

Trump ameaçou na sexta-feira fazer campanha contra estes congressistas nas eleições legislativas de 2018 se o grupo não apoiar o seu programa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)