Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Trump celebra reabertura de investigação sobre 'e-mails'

Republicano espera que "finalmente se faça justiça".
28 de Outubro de 2016 às 21:09
O republicano Donald Trump
O republicano Donald Trump FOTO: Reuters
O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, considerou esta sexta-feira "um grande anúncio" a reabertura da investigação ao uso de um servidor de correio eletrónico privado pela adversária democrata, Hillary Clinton, dizendo esperar que "finalmente se faça justiça".

"É um grande anúncio. Talvez finalmente se faça justiça", afirmou Trump numa ação de campanha em Manchester, no estado de New Hampshire, sobre a investigação da polícia federal norte-americana (FBI) à conduta de Hillary enquanto secretária de Estado (2009-2013), entre os já habituais gritos dos seus apoiantes, que repetiam "Mete-a na Prisão!".

O magnata do imobiliário declarou-se "orgulhoso" por o FBI ter a "coragem" de reabrir a investigação e insistiu em que é importante evitar que Hillary Clinton "leve os seus artifícios criminosos para a Casa Branca".

"Dito isto, o resto do meu discurso vai ser muito aborrecido", gracejou Trump, depois de tomar conhecimento da notícia, num dia de agenda apertada em que irá a mais dois comícios, primeiro no Maine e a seguir no Iowa.

A decisão do FBI, anunciada pelo seu diretor, James Comey, numa carta enviada ao Congresso dos Estados Unidos, surge apenas a uma semana e meia das eleições presidenciais de 08 de novembro.
Casa Branca Donald Trump Hillary Clinton FBI James Comey política crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)