Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Trump sobre ofensiva contra os curdos: "Não nos ajudaram com a Nomandia"

Presidente dos EUA diz ter descoberto através de "um documento poderoso" que o povo do Médio Oriente não auxiliou o país.
Correio da Manhã 10 de Outubro de 2019 às 13:15
Donald Trump
Donald Trump FOTO: Reuters
Donald Trump defendeu a sua decisão de retirar as tropas norte-americanas da Síria e consequentemente, permitir uma ofensiva turca contra a mílicia curda, afirmando que os curdos não apoiaram os EUA durante a segunda Guerra Mundial. As declarações foram feitas após a assinatura de ordens executivas sobre o regulamento federal na Casa Branca, na passada quarta-feira.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, o presidente disse aos repórteres: "os curdos não nos ajudaram na segunda guerra mundial, não nos ajudaram na Normandia", mencionando diversas batalhas nas quais o povo turco não esteve presente.

"Gastámos uma enorme quantia de dinheiro a ajudar os Curdos", disse Trump. "Eles estão a lutar pelo território deles. Estão a lutar com os Estados Unidos, sim. Mas pelas terras deles", acrescentou o presidente.

Donald Trump diz ter descoberto que os Curdos falharam com os EUA através de um "documento muito poderoso", aparentemente referindo-se a um artigo de opinião escrito por Kurt Schlichter.

Na quarta-feira passada, a Turquia lançou uma ofensiva no nordeste da Síria que tinha como alvo as forças curdas.

Esta ofensiva surgiu poucos dias depois de uma chamada entre Trump e o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que resultou num tweet do presidente dos EUA a anunciar a retirada das tropas norte-americanas da Síria.
Curdos Síria Nomandia Donald Trump EUA Estados Unidos distúrbios guerras e conflitos política diplomacia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)